Trabalhadores de call center no DF focam campanha salarial na luta por mais dignidade

Autor: Redação Sinttel
Contato: cpd@sinttel.org.br

Os trabalhadores das empresas que desenvolvem atividades ou prestam serviços de teleatendimento, call center e telefonistas, no Distrito Federal, seguem a Convenção Coletiva de Trabalho Patronal, celebrada entre o Sinttel-DF e o sindicato da empresas( SEAC-DF). Sendo assim, na quinta-feira (20/12), os trabalhadores em assembleia, convocada especialmente, aprovaram a proposta de CCT 2019 apresentada pelo sindicato patronal. Em suma: Piso Salarial de R$ 1.267,12 (reajuste de 3,7%) , Tíquete Alimentação de R$ 33,00 (trinta e três reais) por dia - Reajuste de 4,77% - Auxilio Creche 250 (duzentos e cinquenta reais) - Reajuste de 13,64%.

Diante dos resultados o Sinttel-DF já encaminhou correspondência ao sindicato Patronal comunicando a decisão dos trabalhadores. Veja abaixo o resumo da proposta de CCT 2018 do SEAC aprovada.

Para Leandro Fonseca, Diretor do Sinttel-DF, as negociações com o sindicato das empresas tiveram por base a manutenção dos direitos já conquistados nos anos anteriores, reajuste salarial frente a inflação acumulada dos últimos 12 meses, ampliação de benefícios e foco na proteção dos trabalhadores e postos de trabalho.

Visando dar maior publicidade, transparência e atingir um maior alcance dos trabalhadores, o Sinttel-DF fez divulgações massivas dos locais de assembleias por meio de boletins físicos e eletrônicos no site do sinttel-DF(www.sinttel.org.br), redes sociais: @sintteldf e grupos de whatswap. Para além, submeteu a proposta patronal de CCT 2019 à apreciação da categoria em duas, assembleias, em locais diferentes: em frente a operação do SAMU no SIA e no Auditório do Sinttel, no Setor de Autarquias Sul. Em todos os locais, os trabalhadores de forma democrática decidiram pela aceitação da proposta. As negociações com o sindicato patronal, SEAC, foram conduzidas pelos diretores do Sinttel-DF: Leandro Fonseca, Clemilton Saraiva e Geraldo Coan.

Cabe esclarecer aos trabalhadores que todos os valores que constam na proposta aprovada terão eficácia a partir de 1º de janeiro de 2019 (data-base) da categoria. A crescente participação dos trabalhadores na Campanha Salarial de 2018, refletida na de 2019, vem permitindo identificar que os esforços e luta do sindicato por uma proposta de CCT 2019 mais vantajosa para os trabalhadores é bem positiva.

A LUTA POR MAIS DIGNIDADE DO TRABALHADOR, SE RESUME ASSIM:

PISO SALARIAL R$ 1.267,12 (Mínimo da categoria no Distrito Federal);

PISO SAMU/TECNICOS R$ 1.520,24

JOVEM APRENDIZ – Exclusão de jovem aprendiz na execução das funções: Atendente de Central Telefônica, Tele Operador, Operador de Telemarketing (ativo/receptivo/hibrido), Telefonista, Operador de Rádio Chamada, Operador de Telemarketing Técnico, TARM - Radio-Telefonista do SAMU-DF;

PROTEÇÃO ALIMENTAR - TÍQUETE ALIMENTAÇÃO LINEAR de R$ 33,00 por dia (reajuste de 4,77%), sendo que este deverá ser fornecido de uma única vez, a cada trinta dias. O percentual de desconto no máximo do benefício será de até 15% (Programa de Alimentação do Trabalhador - PAT) – (Lei permite desconto de até 20%);

AUXÍLIO CRECHE R$ 250,00 (reajuste de 13,64%), pagamentos para todos os trabalhadores;

SAÚDE PREVENTIVA: PLANO AMBULATORIAL, com todo o rol de especialidades previstos na ANS, sem ônus para o empregado (possibilidade de o empregado optar por plano enfermaria, assumindo os custos da diferença entre as categorias do plano);

SAÚDE PREVENTIVA - PLANO ODONTOLÓGICO para toda a categoria (plano administrado pelo Sinttel-DF);

GARANTIA DE DIREITOS: Manutenção das demais cláusulas da CCT de 2018;

MAIS BENEFICIOS AOS ASSOCIADOS AO SINTTEL-DF

TÍQUETE ALIMENTAÇÃO LINEAR de R$ 33,00 por dia(reajuste de 4,77%), sendo que este deverá ser fornecido de uma única vez, a cada trinta dias. O percentual de desconto no máximo do benefício será de até 0,50 (Cinquenta centavos) - Programa de Alimentação do Trabalhador - PAT – (Lei permite desconto de até 20%);

SAÚDE PREVENTIVA - PLANO ODONTOLÓGICO Poderá optar pela colocação de dependentes no plano Odontológico, desde que efetivamente associados ao Sinttel-DF, e arcando com a totalidade do valor do referido plano (veja valores e condições no site: www.sinttel.org.br)


Data

21/12/2018

Veja mais notícias sobre o assunto, compartilhe essa notícia

Informe

Comente